83 9 8606 6262
83 9 8606 6262
SIGA-NOS

quemsou

  • português Márcio Ramos

    Existenciais chuvas

    O universo da fotografia é um dos mais misteriosos porque reúne diversos aspectos da arte contemporânea. Primeiro, constitui um exercício constante de recorte de um olhar sobre um todo. Segundo, demanda o conhecimento técnico de usar os mais variados recursos para atingir o resultado desejado.

    Nascido em Andradina, SP, Márcio Ramos percorre diversas trilhas visuais, mas uma delas tem uma lírica toda especial. Apresenta nela uma poética que se sustenta pela maneira de retirar da chamada realidade o que ela tem de mais mágico: a possibilidade de uma leve deformação, que introduz e deflagra  um mistério.

    A série sobre a chuva revela a sensibilidade da construção de uma atmosfera impressionista em que a própria vida é relativizada. É instaurado um espaço dominado pelas perguntas e incertezas sobre o que se vê. Qualquer verdade absoluta cai por terra  perante o reino sem fronteiras do indagar.

    Embora Márcio Ramos percorra veredas como a da natureza, a dos retratos e a de outras aventuras visuais, é com as suas chuvas que leva a pensar sobre o sentido da vida e do mundo. Ao querer saber sempre mais sobre tudo, mostra que o nada dele se aproxima. E ter consciência disso valoriza cada instante que um pingo de chuva encerra.

    Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).
  • inglês Márcio Ramos

    Existing Rains

    The universe of the photograph is one of most mysterious because it congregates diverse aspects of the art contemporary. First, it all constitutes clipping a constant exercise of a look on one. Second, it demands technical knowledge to use the most varied resources to reach the desired result.
     
    Born in Andradina, SP, Márcio Ramos covers diverse visual tracks, but one of them has a very special lyric. It presents a poetical that is supported by the way it removes from reality what it has of the most magical: the possibility of a light deformation that introduces and deflagrates a mystery.
     
    The series about the rain discloses the sensitivity of the construction of an impressionist atmosphere where life itself is relativized. It is restored a space dominated for the questions and uncertainties on what it is seen.
    Any absolute truth falls before the kingdom without borders of inquiring.
     
    Although Márcio Ramos covers trails of the nature, of pictures and of other visual adventures, it is his rains that lead us to think about the meaning of life and the world. As he is always willing to know more about everything around him, it shows that his emptiness approaches.  And by having conscience of this, it values each instant that a rain drop locks up.
     
    Oscar D' Ambrosio, journalist and master in Visual Arts for the Institute of Arts of the Unesp, integrate the International Association of Critics of Art (AICA- Brazil Section).
     
« Voltar